GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Elciene Maria Tigre Galindo curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 99 de Edson Luiz Pocahi
4 horas atrás
Marcia Cristina Luz deixou um comentário para MARGARIDA MARIA MADRUGA
"Obrigada querida.."
ontem
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 99 de Edson Luiz Pocahi
quinta-feira
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 99 de Edson Luiz Pocahi
quinta-feira
Posts no blog por Edson Luiz Pocahi
quinta-feira
Ícone do perfilKri, JehLua e Michel Moreira entraram em Ignotus Rede Social
quinta-feira
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para Barbara Pascon de Azevedo Marque
"SEJA BEM VINDA BARBARA!"
quinta-feira
Barbara Pascon de Azevedo Marque é agora um membro de Ignotus Rede Social
quarta-feira
Lord Osiris curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 97 de Edson Luiz Pocahi
18 Ago
Lord Osiris curtiu a postagem no blog O QUE VAI ACONTECER EM 2019 QUE CHICO XAVIER E OS ESPÍRITAS TEM TANTO MEDO? de Edilza
18 Ago
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 98 de Edson Luiz Pocahi
17 Ago

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

CHEGOU A HORA...

                                                                                

Chegou a hora de botar tudo pra fora,

Fazer uma faxina mental,

Vasculhar nosso inconsciente coletivo,

E dali retirar e neutralizar

Todo pensamento negativo,

Toda crença limitante,

Toda injunção aberrante

Todo grilhão de preconceitos

Que ali foram colocados

Pela cultura, pela sociedade, pela ciência, pela religião

E até mesmo pela filosofia

Na intelectual porém escravizante orgia

De hábitos  psicossociais pétreos,

Donde aqui na Nova Era,

Não têm mais razão de ser,

Muito menos de permanecer

Cristalizando mentes, emoções e atitudes

De quem quer realmente se conhecer,

Evoluir, crescer.

 

Chegou a hora da interior limpeza,

De perceber a grandeza

De um coração e mente cósmica, livre e extensiva, e toda-inclusiva

Chegou a hora de deixar o amor florescer,

Por todas as pessoas sem julgamento,

Chegou a hora de repensar juramentos,

Chegou a hora de autenticamente ser.

 

Chegou a hora da liberdade

Do desapego e da saudade

Estimulante

De um futuro que já se prenuncia

Chegou a hora de dar adeus à inércia

A todo tipo de fixação mental,

Chegou a hora do silencioso sensacional

Dentro e fora de nós mesmos.

 

Chegou a hora de amar sem fronteiras,

Chegou a hora de acolher o amor,

Em cada pensamento, sentimento e gesto.

Chegou a hora do individual e coletivo manifesto

Que com nossa união

Podemos, todos, no propósito da comunhão

Sermos mais fraternos

Dentro e fora de apertados ternos.

Chegou a hora da compaixão

Chegou a hora de ser um com nosso irmão,

Chegou a hora premente do amor incondicional,

Chegou a hora de amar como nunca amamos,

E de dar adeus a tantas convenções,

Às benfazejas e malfazejas injunções

Que nos colocaram como instrumentos de controle

Desde nossa indefesa infância.

Chegou a hora de nos deliciarmos com as fragrâncias

Das flores do coração e dos canteiros,

Canteiro de obras para a reconstrução de nós mesmos.

Chegou a hora de nascer e de novo renascer qual linda fênix em nosso rico viver

Chegou também a hora de morrer, morrer para a prisão de nosso pequenino

Ego intrometido, inutilmente vaidoso, ego egoísta, ego teimoso, ego voluntarioso,

Morrer para esse pequenino ego-personalidade,

Deixando-o sob controle e utilizando-o como instrumento

De todos os momentos e mementos

Desde o circo dramático e cômico de nossa vida

À prestação de serviço para o mundo,

Portanto tendo o privilégio assim

De amar e servir

A Deus.

 

Chegou a hora de vivermos Deus.

De mergulharmos fundo dentro de nossa Alma,

Que de nosso interior clama:

Ama! Ama! Ama!

 

Chegou a hora de empregar o amor e o perdão

Gradativamente até que se torne automaticamente,

Nas nossas interpelações familiares, sociais, culturais, mundiais,

Chegou a hora de despertarmos

De nós o gigante,

Espreguiçar, abrir os olhos e levantar do berço esplêndido

E realizar o verdadeiro esplendor

Do homem ou mulher agora imune a dor,

Do homem ou mulher que agora sabe o que quer

E parte para a luta,

Sua divina labuta de cada dia

Auto inculcando-se diária alforria,

Todo momento, todo dia...

 

Chegou a hora de caprichar no tempero de nossos dias,

Temperar nosso pensar com a autonomia,

Tempero no nosso sentir com amor,

Temperar nossas ações com retidão e inofensividade.

Chegou a hora da saudade produtiva

Do paraíso de onde saímos,

Chegou a hora que é sempre agora,

De por Deus em nossa vida,

Dantes mais sofrida e agora mais conscientizada,

Chegou a hora de por o pé na estrada

Iluminando-a com a Luz de nosso Espírito

Por todos os rincões de nossa mente,

Trabalhando e nos expressando com Alma

Vivenciando a felicidade do servir,

Agradecendo a felicidade de podermos ir e vir

Transitando nos cenários dinâmicos da vida,

Chegou a hora, querida

Da completa auto superação pelo autoconhecimento

Chegou a hora de mirar com fé, força e Luz nosso intento

De alcançar a Libertação pura

Conscientes da prisão que vivemos

Mas que por força de nosso Ser, transcendemos

E agora podemos realmente nos elevar

Para muito além das alturas do mundo, voar,

Nos sabendo eternos, peregrinos da estrada do infinito,

Nos sabendo humanos, mas também divinos,

Para a nossa glória em Deus,

Para a glória de nosso destino,

Para a glória da vida e do todo

Para a glória do destemor,

Para a glória do incondicional Amor.

 

 

Ivanildo Falcão da Gama

 

emamoreluz@gmail.comwww.supraconsciencia.blogspot.com

 

16 de junho de 2014

 

Exibições: 430

Responder esta

Respostas a este tópico

NAMASTÊ!

GRATIDÃO.

RSS

© 2019   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço