GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Gilberto T. Da Gama curtiu a postagem no blog CAMOMILA: 10 BENEFÍCIOS COMPROVADOS CIENTIFICAMENTE de Edilza
1 hora atrás
Gilberto T. Da Gama curtiu a postagem no blog Os Anunnakis: presente, passado e futuro de Edilza
ontem
Posts no blog por Edilza

Risco de ataque de meteoros é reavaliado por astrônomos, enquanto a Força Aérea dos EUA testa nova “barreira espacial”

Risco de ataque de meteoros é reavaliado por astrônomos, enquanto a Força Aérea dos EUA testa nova “barreira espacial”Por  em 25 maio, 2019 …Ver mais...
ontem
Tiago curtiu a postagem no blog Os Anunnakis: presente, passado e futuro de Edilza
sexta-feira
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog Os Anunnakis: presente, passado e futuro de Edilza
sexta-feira
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog Os Anunnakis: presente, passado e futuro de Edilza
sexta-feira
Tiago curtiu a postagem no blog Os Anunnakis: presente, passado e futuro de Edilza
sexta-feira
sandra pereira curtiram o evento OSHO de Lenita dos Santos Andrade
sexta-feira
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog Os Anunnakis: presente, passado e futuro de Edilza
sexta-feira
Edson Luiz Pocahi e Anliben Yayoi agora são amigos
sexta-feira
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para Márcia Fonseca
"SEJA BEM VINDA MÁRCIA - BÊNÇÃOS!"
quinta-feira
Armelinda Moreira curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 67 de Edson Luiz Pocahi
quinta-feira

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

ESTUDAR O SER É ESTUDAR O CAMINHO

A LEI DO TEMPO E A REFORMULAÇÃO DA MENTE HUMANA-DÉCIMA PARTE

anterior

O estudo do Ser parece descrever um programa geral de como os mestres espirituais atuam no avanço da alma.”Se queres conhecer a forma, ou o propósito da vida, então estuda a timesmo.Se te  estudares completamente, então, esquecerás de ti mesmo.Esta é a razão do ser que está inquirindo não ter uma existência, senão seria o ego e seria esquecido por completo. Realmente, não há distinção entre o mundo e nós mesmos.”

Para resumir,por não se estar ainda familiarizado com o Tríplice Modelo do Universo(sétima parte da série),estamos levando o mundo imaginal ao mundo fenomênico em diferentes etapas, de modo que se possa começar a praticar de imediato.A primeira etapa é tomar consciência da atual experiência e esperar o momento.Qual é a experiência no momento?Quais as sensações sentidas?Que tipo de pensamento estamos tendo? Em que momento a sensação ou percepção externa passa a ser uma ideia ou uma imagem interna ao parecer ter vida em si?

Em seguida consideremos qual é a diferença entre o chamado mundo fenomênico externo e o que está acontecendo na imaginação. Depois destas completas observações pode-se começar a explorar, mais sistemáticamente, os diferentes reinos que constituem o universo imaginal.Esta é uma grande e gloriosa tarefa.È uma grande responsabilidade limpar as antigas e irrelevantes formas -pensamento e substituí-las pela nova ordem cósmica. Relembremos que a História Cósmica é uma função do supremo ser e um reflexo do Cosmo.Compreendendo todas estas etapas de desenvolvimento, criar-se-á um caminho para uma nova etapa evolutiva.

Há certamente, mais na realidade do que encontra a visão e mais do que encontram os sentidos. A História Cósmica, inevitávelmente, está disponível para os sentidos, e também está envolvida no entendimento das limitações relativas do conhecimento sensorial, de acordo com o tempo, a cultura, a linguagem, etc. todas estas condições afetam o que conhecemos.

Se quisermos estudar algo de forma pura, precisamos remover-nos dela por um período de tempo. Como podemos integrar o estudo do Ser com o estudo do mundo fenomênico?Entre o estudo do mundo fenomênico e o estudo do mundo imaginal está o estudo do Ser. O reino imaginal é construído por idéias e imagens, enquanto o reino fenomênico são os dados primários e, logo, em algum lugar entre estes dois reinos, está o estudo do Ser. Estes pontos são importantes embora sutis. O estudo do ser é um reflexo do universo experencial.

Do ponto de vista da História Cósmica e da Lei do Tempo, não se pode ter uma genuína descrição do universo sem a consideração, primeiro de tudo, da natureza da mente e de como se conhece a mente.Dessa consideração poderemos então voltar á relação de conhecer a mente e de conhecer o Universo, o mundo fenomênico externo;” Se quiseres conhecer a ti mesmo, não procures fora de ti”.

Parece que muitas das aproximações orientais dizem;”Se te conheces a ti mesmo, que é tudo, não necessitarás conhecer nada mais”. Entretanto, a natureza do ser Humano tem curiosidade sobre seu invólucro externo.O estudo do ser solitário pode chegar a ser muito auto envolvido e auto absorvido,enquanto que o estudo da natureza separada do estudo da mente pode,realmente, chegar a ser sem sentido. Este é o porquê da importância de recordar sempre e considerar o Plenum Cósmico.

A História Cósmica é uma síntese e um equilíbrio mais elevados que incorporam os estudos internalizantes do ser, representados pelas tradições, particularmente, o Budismo.Contudo,deverá haver um equilíbrio entre o estudo do ser e o estudo do “outro”,que é o mundo e que aparece como “fora do ser”.A História Cósmica abraça estas duas polaridades e busca uma síntese do conhecimento do “ser” e do “outro”, de modo que se estará fugindo da mente.È importante ver como as coisas “fora de lá” afetam a mente.Pensemos nisso. O que está promovendo a sociedade de hoje(ou o mundo de “fora”?). Realmente está promovendo o instinto natural sublimado. Em outras palavras, os valores encontrados ao nível da massa popular não são nada além de instinto glorificado como esporte(a glorificação da agressão), ou publicidade/anúncios(a glorificação do sexo como uma forma de indução ), como jogo( a glorificação da cobiça) e como indústria do entretenimento( a glorificação da agressão,do sexo e cobiça para a maioria das pessoas, também como forma de indução), sem mencionar o fumo, drogas e álcool(a glorificação da intoxicação/fuga).

De modo que temos o círculo vicioso de uma espiritualidade absolutamente submersa, representando mais e mais degradação e violência. O mundo dominante representa o barbarismo institucionalizado,porque promove os instintos naturais sem um contexto de valores.Há confusão nesse sentido massiva,porém temos a capacidade de nos elevarmos acima dos estados instintivos inferiores.

O Barbarismo Planetário é promovido pela inevitável influência da televisão global,podendo ver-se algo onde quiser. Como mencionamos em capítulos da série anteriores, este é o mundo do híbrido humano vivendo na confusão dos valores. Este é um ponto a ser debatido para se discutir se necessitamos de leis ou não para ver como podemos criar mapas experenciais que elevem o ser humano á uma condição de apreço deste mundo e do Plenum Cósmico. A roda da vida, na tradição Budista, é um exemplo de um mapa experencial do universo ,porque mostra diferentes reinos (animal,reino inferior espiritual,reino do Bem).

O propósito do mapa do Universo experencial da roda da vida, é mostrar a relação do mundo humano, de acordo com os outros cinco reinos. Na percepção Budista, isto é conhecido como uma “roda”,porque tudo sempre está mudando, e um humano pode avançar a um reino divino ou retornar a ser um espectro faminto do reino animal. Entretanto, é sómente  chegando no reino humano, que existe a oportunidade para o despertar verdadeiro e a possibilidade de chegar a ser iluminado.

O propósito da vida humana é o desenvolvimento espiritual, porém a sociedade não promove isto. O reino humano nos oferece a oportunidade para transcender.O estado experencial do ser, trata de cuidar da limpeza do mundo fenomênico e dos valores que realçam o reino imaginal. Isto é crítico, porque estamos na era do relativismo moral e da democratização que pretende ser igualitária,porém, realmente promove a anterior desespiritualização dos valores, o que perpetua a confusão moral no caso das experiências pelas quais o ser humano passa ,e ajustá-las aos verdadeiros valores.

Embora todos os códigos espirituais de comportamento ético sejam baseados no ciclo histórico ou no velho “tempo”, é um feito atemporal que uma real posição moral de valores verdadeiros deva ser tomada, levando em conta a existência de uma autoridade absoluta, que governa todos os assuntos.A verdade suprema é o Absoluto. A manutenção da realidade absoluta é uma prerrogativa do Plenum Cósmico e não do homem.A sociedade tem sido tão deformada que as pessoas podem realmente pensar que qualquer coisa absurda seja normal.

O reino da experiência dos valores também tem a ver com o assunto do comportamento correto. Se estivermos de acordo com o Plano Divino, naturalmente teremos um comportamento correto. Sómente quando tivermos o comportamento correto é que poderemos aprender a forma de exercer o poder. Porém primeiro teremos que superar a agressão, a paixão pura e simples pelos instintos, a cobiça, a fascinação pelo sexo como forma de manifestar os instintos mais baixos e todas as emoções inferiores.

O conhecimento do Plenum Cósmico está aqui, porém, devemos cultivá-lo por meio do comportamento baseado em valores reais, humanos e espirituais, se quisermos chegar a sermos unos com Ele, de modo que possamos alcançar o reino do Absoluto.

Os dois testes mais duros no caminho espiritual são a paciência para esperar o momento certo e a coragem de não nos decepcionar com o que encontramos.Paulo Coelho

Bibliografia para consulta

O Caminho, a Verdade e a Vida
Francisco Cândido Xavier
O Caminho para a Espiritualidade
José C. Pezini
Espiritualidade para o séc XXI
Nelson Lellis
Ciência X Espiritualidade
Deepak Chopra

Divulgação: A Luz é Invencível

Exibições: 59

Responder esta

© 2019   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço