GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Posts no blog por Edilza
11 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para Vinícius Costa Souza
"SEJA BEM VINDO VINÍCIUS!"
ontem
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para Marcela Sales Lima
"SEJA BEM VINDA MARCELA!"
ontem
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 105 de Edson Luiz Pocahi
ontem
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 104 de Edson Luiz Pocahi
ontem
Clarissa deixou um comentário para Edson Luiz Pocahi
"Quero me descadastrar do site. Como faço? Não estou conseguindo."
ontem
Clarissa deixou um comentário para sueli
"Eu tb quero me descadastrar. Como faço?"
ontem
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog ARCANJO MIGUEL - A VITAMINA D - A VITAMINA DIVINA de Edilza
quinta-feira
Edilza curtiu a postagem no blog PREVISÃO DA ENERGIA PARA ABRIL DE 2020 de Edilza
quinta-feira
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 104 de Edson Luiz Pocahi
quinta-feira
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 104 de Edson Luiz Pocahi
quinta-feira
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 105 de Edson Luiz Pocahi
quinta-feira

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

LONGEVIDADE: Qual é o segredo dos hunza, o povo que não envelhece e vive uma média de 120 anos?

Qual é o segredo dos hunza, o povo que não envelhece e vive uma média de 120 anos?

Menor Preço do Brasil - Combate a pressão alta e emagrece!

Sobre o vale do rio Hunza, na fronteira entre a Índia e o Paquistão, reside uma população que as pessoas conhecem como o “oásis da juventude” – e por mais de um motivo: seus habitantes vivem, em média, 120 anos, quase nunca ficam doentes e sua aparência é sempre jovem.

Em relação às nações vizinhas, os moradores de Hunza se destacam por terem uma fisionomia semelhante a dos europeus, um idioma próprio (o burushaski, diferente de qualquer outro no mundo) e uma religião (a ismaelita) muito peculiar, parecida com a muçulmana.

No entanto, o aspecto mais surpreendente dessa pequena nação é sua capacidade extraordinária de se manter sempre jovem e saudável. Seus habitantes tomam banhos imersos em águas geladas a 15 graus abaixo de zero, praticam esportes até os 100 anos de idade, as mulheres de 40 anos têm a aparência de adolescentes e é comum uma mulher dar à luz aos 65 anos. Durante o verão, as pessoas se alimentam de frutas e verduras cruas, enquanto no inverno, consomem damascos secos, grãos germinados e queijo de ovelha.

Robert McCarrison, um médico escocês, foi o primeiro a analisar e descrever a população do “vale feliz” e destacou o fato de os hunza consumirem uma dieta com restrição de proteínas. Ele comem, diariamente, uma média de 1.900 calorias, incluindo 50 gramas de proteína, 36 gramas de gordura e 365 gramas de carboidrato.

E é precisamente essa dieta especial que, na opinião de McCarrison, permite a notável longevidade desse povo. Ao contrário dos países vizinhos, que compartilham a mesma condição climática, mas não possuem a mesma alimentação, os hunza não conhecem as doenças e têm uma expectativa de vida duas vezes maior.

Os habitantes de Hunza, todavia, não escondem seu segredo: recomendam abertamente uma dieta vegetariana, trabalhar e se movimentar constantemente. Além disso, acrescentam que, entre muitos outros benefícios, o estilo de vida que levam permite estarem sempre de bom humor, sem tensão nem estresse.

Fonte: RT 

Comentar

Você precisa ser um membro de Dicas de Saúde e Bem Estar para adicionar comentários!

© 2020   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço