GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog O EQUINÓCIO DE 2018 de Edilza
5 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog O EQUINÓCIO DE 2018 de Edilza
5 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog OUVIR O SILÊNCIO de Edilza
5 horas atrás
Ivone Alencar Barbosa curtiu a postagem no blog O EQUINÓCIO DE 2018 de Edilza
22 horas atrás
Ivone Alencar Barbosa curtiu a foto de ERALDO FERREIRA JUNIOR
22 horas atrás
Ivone Alencar Barbosa curtiu a foto de Sander Y'sus In' Jesus
22 horas atrás
Posts no blog por Edilza
ontem
Edilza respondeu à discussão Deixar Fluir de João Antunes
"Deixar fluir é estar em sintonia com a magia do Universo, pois tudo está ligado. Tudo faz parte de uma grande teia energética, por mais que você pense que não."
ontem
Edilza curtiram a discussão Deixar Fluir de João Antunes
ontem
Edilza postou uma discussão

VOANDO NAS ASAS DA ÁGUIA

VOANDO NAS ASAS DA ÁGUIAUma mensagem de Arcanjo Miguel por Carolyn Ann O’Riley 5 de Setembro de 2010Bem-vindos! Bem-vindos! Bem-vindos! Meus Belos Seres de Luz, na recolha da mensagem deste mês.Este Mensageiro ama conectar-se com os leitores, quer…Ver mais...
ontem
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 17 de Edson Luiz Pocahi
sexta-feira
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 18 de Edson Luiz Pocahi
sexta-feira

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Porque a morte propicia tanto sofrimento e catadupas de pranto, acarretando desespero no mundo, é válido lembrarmos que:

- A semente morre para que surja a plântula tenra;
- transforma-se a ostra, de modo a produzir a pérola preciosa;
- estiola-se a flor, emurchecida, a fim de que provenha o fruto que guarda, na essência, o sabor;
- morre o dia nas tintas do poente, de modo que o véu cintilante da noite envolva a Terra;
- morre a noite, entre as lágrimas do orvalho, para que o manto aurifulgente do dia consiga embelezar a amplidão;
- o rio morre na exuberância do mar;
- fana-se o homem para que se liberte o Espírito, antes cativo.
* * *
À frente disso, vemos que a morte é sempre a chave que desata o perfume da vida. Não há morte, essencialmente. Tudo é transformação, tudo é recriação...
A lágrima de agora se tornará sorriso.
A dor atual prepara a ventura porvindoura.
A saudade que punge hoje, fomenta o sublime reencontro de logo mais.
Morte é vida, agora o sabemos...
* * *
Habitue-se, caro coração, a refletir a respeito da morte, com serenidade e confiança em Deus, porque você não ignora que, por mais se aturda, desarvore ou se inconforme, essa é a única regra para a qual não se conhece exceção.
Prepare-se, amando e trabalhando no bem grandioso, até que você, um dia, igualmente se transforme em ave libertada da prisão – escola corporal.
A morte tão somente revela a vida mais amplamente. Pense nisso.

Raul Teixeira -Médium Espírita.

Fonte: http://planetaazul.ning.com

Exibições: 91

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

© 2018   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço