GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog O EQUINÓCIO DE 2018 de Edilza
16 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog O EQUINÓCIO DE 2018 de Edilza
16 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog OUVIR O SILÊNCIO de Edilza
16 horas atrás
Ivone Alencar Barbosa curtiu a postagem no blog O EQUINÓCIO DE 2018 de Edilza
ontem
Ivone Alencar Barbosa curtiu a foto de ERALDO FERREIRA JUNIOR
ontem
Ivone Alencar Barbosa curtiu a foto de Sander Y'sus In' Jesus
ontem
Posts no blog por Edilza
ontem
Edilza respondeu à discussão Deixar Fluir de João Antunes
"Deixar fluir é estar em sintonia com a magia do Universo, pois tudo está ligado. Tudo faz parte de uma grande teia energética, por mais que você pense que não."
ontem
Edilza curtiram a discussão Deixar Fluir de João Antunes
ontem
Edilza postou uma discussão

VOANDO NAS ASAS DA ÁGUIA

VOANDO NAS ASAS DA ÁGUIAUma mensagem de Arcanjo Miguel por Carolyn Ann O’Riley 5 de Setembro de 2010Bem-vindos! Bem-vindos! Bem-vindos! Meus Belos Seres de Luz, na recolha da mensagem deste mês.Este Mensageiro ama conectar-se com os leitores, quer…Ver mais...
ontem
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 17 de Edson Luiz Pocahi
sexta-feira
Edilza curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 18 de Edson Luiz Pocahi
sexta-feira

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

As grandes causas levam-nos a sentir a vida de outra forma, que começa a desenvolver-se no nosso interior profundo e se alastra à macro existência que nos envolve.
Todos devemos ser sensíveis com os problemas que efectam o mundo, como aconteceu com Zulmira, cuja história nos deve fazer parar, a fim de reflectirmos no que é mais essencial na nossa vida.
Zulmira não tem onde dormir!
Não pode ir para casa de familiares, pois foi totalmente abandonada por todos eles. Antes, dona de uma grande fortuna, deu tudo o que tinha, ou seja, foi escandalosamente roubada pela família. O último dinheiro a que teve acesso foi para pagar uma operação a uma criança que encontrou na rua e não pensou duas vezes na possibilidade de lhe salvar a vida.
Hoje, mesmo não tendo dinheiro para ir para uma pequena pensão, não se importa absolutamente nada. Tem a rua como companheira e como sua, e isso lhe basta!
Costuma dizer que o estar na rua é uma oportunidade que o Universo lhe dá para se sentir mais Pessoa; de poder exercitar emoções e sentimentos que nunca tinha tido a possibilidade de experienciar até aí.
A rua tornou-se, não só a sua casa, mas no essencial significado da sua vida. É como se de uma Missão se tratasse.
Nunca está só!
É permanentemente solicitada por colegas para lhes ouvir as suas histórias, com o objectivo de lhes dar os conselhos adequados e lhes exercitar a coragem, a confiança e a consciência como Pessoa.
Hoje não lhe faz falta um carro de luxo, o palacete onde vivia, as férias ao estrangeiro e a roupa comprada nas melhores lojas da cidade. Hoje aproveita o seu conhecimento e a sua dimensão humana ao serviço daqueles que estão verdadeiramente desprotegidos. Zulmira não se sente assim, porque o seu coração e o seu Espírito estão de tal forma fortalecidos e sintonizados que não há dinheiro nenhum que pague a luz e a paz que tem dentro de si.
Na rua pode ser um elo condutor para a concretização de grandes causas, relacionadas com os habitantes da rua. Pode dignificar-lhes a condição humana, ao ponto deles conseguirem acreditar que nada está perdido; que a vida, enquanto existir, pode originar a magia da transformação e mudança no seu coração e na sua vida; mostrar-lhes que eles são seres infinitamente importantes e que, por isso, não devem desistir de novas perspectivas de vida, pois são capazes de ultrapassar os obstáculos que julguem inatingíveis.
A rua não tem que ser uma fatalidade e única oportunidade, como Zulmira lhes diz constantemente. A rua também pode servir como oportunidade de mudança, de evolução e de aperfeiçoamento.
Zulmira sabe que, no interior de cada amigo de rua, há ferramentas que podem ser despertadas e activadas, a fim de que, a magia da vida activa, seja uma fonte de enorme transformação e criação constante, a fim de que a vida, mesmo na rua, nos possibilitar ir para o verdadeiro caminho da nossa rua existencial.
Luciano Reis
2016-08-01 (Café Memórias)

Fonte: E-mail

Por: Jorge Bandeira

Exibições: 34

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

© 2018   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço