GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

LANÇAMENTO: Tenha Autoconhecimento e Dinheiro no Bolso!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Felicidade Cunha curtiu a postagem no blog SINAIS, SÍMBOLOS E AVISOS DOS ARCANJOS de Edilza
10 horas atrás
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog SINAIS, SÍMBOLOS E AVISOS DOS ARCANJOS de Edilza
15 horas atrás
Zuleide salles curtiu a postagem no blog SINAIS, SÍMBOLOS E AVISOS DOS ARCANJOS de Edilza
16 horas atrás
Edilza curtiu a postagem no blog SINAIS, SÍMBOLOS E AVISOS DOS ARCANJOS de Edilza
16 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog SINAIS, SÍMBOLOS E AVISOS DOS ARCANJOS de Edilza
19 horas atrás
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog CASTIGANDO O MAR de Tudo é Deus
20 horas atrás
Edson Luiz Pocahi compartilhou o post do blog de Tudo é Deus em Facebook
20 horas atrás
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog ÍNDIOS NUM HOSPITAL de Tudo é Deus
20 horas atrás
Edson Luiz Pocahi compartilhou o post do blog de Edilza em Facebook
20 horas atrás
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog SINAIS, SÍMBOLOS E AVISOS DOS ARCANJOS de Edilza
20 horas atrás
Willian é agora um membro de Ignotus Rede Social
21 horas atrás
Edilza deixou um comentário para Jose Nazareno de Almeida Silva
23 horas atrás

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Krazu - O planeta-prisão

Em termos de densidade da matéria, o planeta Krazu é feito de uma matéria mais etérica que a Terra, mais próxima da matéria da nossa dimensão astral do que da física. Em termos de tamanho ele é bem menor que a Terra. Existem montanhas e grandes planícies áridas neste planeta e a vegetação de porte é escassa, com predominância de plantas rasteiras. Há animais em estado selvagem semelhantes ao nosso cavalo, mas a pelagem é semelhante ao dos nossos extintos mamutes, com pelos marrons longos, emaranhados e as patas são maiores.
Lá existem homens, mulheres e crianças, ou seja, mesmo sendo feito de uma matéria mais diáfana lá também ocorrem mortes e renascimentos. Tecnologicamente os habitantes do planeta Krazu são muito primitivos, se comparados com o estágio atual em que nos encontramos aqui na Terra. Se fôssemos fazer uma comparação, eles vivem de modo semelhante às nossas primitivas comunidades da Idade Antiga, que viveram há cerca de 4.000 anos a.C.
Há algumas cidadelas, sendo talvez mais apropriado chamá-las de aldeias grandes. Eles praticam a agricultura mas o terreno na maior parte do planeta não é fértil, e por isso as cidadelas acabam sendo criadas nos arredores das plantações. Há rios e lagos, mas a água é escura e mais densa se comparada com a nossa e desses rios eles retiram alimento também, que são animais semelhantes aos nossos peixes, porém sem escamas, tendo uma pele escura e oleosa. Existem aves negras e pequenas que voam em bandos, assim como insetos em geral.
As casas deles são bem rústicas, semelhantes às construções de barro e telhado de palha que vemos em regiões do interior do Brasil. O planeta tem duas estações climáticas cíclicas, uma de calor e outra de frio, onde as temperaturas são extremas como em nossas regiões desérticas, onde faz muito calor durante o dia e muito frio a noite, só que lá ao invés de ocorrer isso num dia ocorre no que seria um ano. Lá eles também tem nuvens e chuva. Na estação de frio o tempo fica mais escuro e ocorrem muitas tempestades. Existem doenças tbm pois foi visto uma uma mulher com o corpo coberto de feridas.
Um fato interessante é que não se enxerga algum sol como fonte de iluminação ou calor e os "dias" não têm noite como aqui. Talvez fosse mais apropriado comparar o dia deles com os dias que temos na Antártica, onde um dia dura seis meses e uma noite também. O céu parece estar sempre nublado. Em função disso as pessoas não parecem ter um ciclo regulado de vigília e sono como nós, apesar de dormirem quando se sentem cansadas. Comparado ao nosso tempo, o tempo de vida médio de um habitante do planeta Krazu é de 40 anos.
A pele dos habitantes é escura e parece "emborrachada", todos usam cabelos curtos e se vestem com tecidos grosseiros e escuros. Seus rostos são inexpressivos e a estrutura física de todos é muito similar (não foi vista nenhuma pessoa gorda lá). Eles tem um tipo de escrita mas muito poucos sabem ler e escrever. Não foram vistos veículos de tração animal lá, apenas algo parecendo pequenos barris com rodas mas puxados por pessoas.
Existe também uma estrutura política teocrática onde o poder é exercido por uma pessoa "escolhida" pelos "deuses". As autoridades siderais eventualmente aparecem nesse planeta e escolhem um líder, a quem vão passar instruções de como agir e do que fazer. Esse seres são vistos como deuses e sua autoridade não é questionada. Eles tem um tipo de moeda lá, feita de uma pedra chata e escura, com algumas inscrições nas faces. Não foi visto nenhum tipo de escola ou similar e nem templos que denotassem alguma religião. Embora houvesse a manifestação dos "deuses" na escolha do líder esses deuses parece que não exigiam adoração ou culto.
Os três seres que haviam escapado desse planeta haviam sido exilados por estarem perturbando aqui na Terra e mesmo nascendo naquele planeta eles tinham uma estrutura mental superior à dos habitantes "nativos", o que fez com que se revoltassem contra as determinações do governante local, incitando rebeliões, e fossem presos lá também. Estar vivendo naquele planeta já era uma prisão para eles (mesmo que não lembrassem de terem sido exilados) e devido ao seu temperamento belicoso acabaram também infringindo as leis do local, sendo presos lá como uma espécie de criminosos.
Encontramos um prédio maior que os demais que devia ter a função de um presídio, apesar de muito rústico, semelhante a um barracão, sem divisórias internas, com pouca ventilação e muito quente, onde havia várias jaulas de ferro, sendo que em três delas estavam os seres exilados. Eles eram mais inteligentes que os nativos e todos sabiam ler. Um deles teve acesso a um livro, provavelmente de magia, e foi através do conhecimento que obteve nesse livro que conseguiu acessar mentalmente seus comparsas aqui na Terra, talvez através de algum tipo de projeção mental.
Vimos o momento em que o portal se abriu e três seres chegaram no tal barracão para resgatar os exilados. Um deles, o líder dos três, estava com esse livro nas mãos e em estado de profunda concentração. Os seres que vieram através do portal trouxeram três trajes, semelhantes a uma armadura, que foram vestidos pelos prisioneiros para poderem vir para o astral da Terra. Essa armadura era semelhante a do "predador" dos filmes do cinema, com algumas partes parecendo de metal rígido e outras como se fosse uma pele ou tecido.
Uma descrição mais precisa seria de uma roupa de mergulho com algumas partes mais salientes feitas de metal. O capacete desse traje era arredondado na parte de trás da cabeça, mas na parte do rosto ele seguia as conformações do nariz e boca, como se fosse uma máscara. Apesar de não serem visíveis, internamente havia tubos que se conectavam na boca e nariz dos seres, o que indica que eles "respiravam" através de algum filtro aqui na Terra.
No momento em que o portal se abriu tudo ao redor parece ter se congelado, como se o tempo tivesse parado, de modo que somente os três seres que iriam fugir percebiam o que estava ocorrendo, para os demais o tempo parou e quando voltou as três jaulas simplesmente estavam vazias. Esses seres que foram exilados tiveram muito poder aqui na Terra em tempos remotos, foram magos negros no Egito e na Ásia e mais recentemente, antes de serem exilados, criaram um vírus extremamente mortal que se tivesse sido dispersado aqui na Terra poderia ter dizimado grande parte da população do nosso planeta. Esse virus foi criado por eles aqui no físico, estavam encarnados, e foi em 1915, ou seja, estavam exilados há poucas décadas.
Quando morreram aqui no físico foram imediatamente presos numa região aqui do astral da Terra mas tentaram fugir e então a alta espiritualidade decidiu exilá-los nesse outro planeta, de onde conseguiram fugir em 1996, mas para onde foram enviados novamente. Só que dessa vez foram efetuados alguns procedimentos na mente deles para que não tenham lá a mesma desenvoltura intelectual que tiveram antes.
Para os seres que foram exilados o planeta era uma prisão mas para a grande maioria dos outros espíritos que viviam lá era apenas o local onde estavam cumprindo sua jornada evolutiva, não necessariamente por punição. Assim como a Terra foi para os seres exilados aqui, como os capelinos, um planeta-prisão e para muitos que estavam reencarnado aqui era apenas mais um degrau evolutivo pelo qual tinham que passar, sem estarem aqui por punição.
Qualquer planeta pode servir como planeta-prisão, por mais adiantado que seja, se os espíritos forem impedidos de sair dele e se estes espíritos tiverem vindo de um local mais adiantado. O exílio está ocorrendo já há vários anos e muitos planetas estão servindo de "prisão". Entretanto, em muitos deles a mente dos exilados, embora ainda devotada ao mal, vai promover um avanço intelectual que inevitavelmente vai auxiliar na evolução desses orbes. Assim a providência divina, mesmo punindo um ser, promove com isso o benefício de outros seres e indiretamente do próprio punido.

Gelson Celistre

Exibições: 28

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

© 2018   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço