GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Posts no blog por Edilza
4 horas atrás
Edilza curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
15 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
16 horas atrás
Valdemar Frederico Schroer curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
16 horas atrás
SERGIO GRUSCA curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
ontem
Posts no blog por Edilza

Mercúrio retrógrado - mensagens trocadas?

Mercúrio retrógrado - mensagens trocadas?Em Astrologia, Mercúrio é conhecido como o planeta da comunicação, que influencia a forma como expressamos as nossas ideias e trocamos informação com os outros. "Mercúrio retrógrado" é uma expressão que mesmo…Ver mais...
ontem
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
ontem
ELISIO JOSE DA SILVA LOPES comentou a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
"Gratidão.Namastê!"
ontem
ELISIO JOSE DA SILVA LOPES curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
ontem
Elciene Maria Tigre Galindo curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
ontem
Soeli Maria Moreira curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
ontem
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog Portal 11:11 – o mistério do existir de Edilza
ontem

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Homenagem aos mortos
O NASCER PARA O ALÉM...

Há quem morra todos os dias.
Morre no orgulho, na ignorância, na fraqueza.
Morre um dia, mas nasce outro.
Morre a semente, mas nasce a flor.
Morre o homem para o mundo, mas nasce para Deus.

Assim, em toda morte, deve haver uma nova vida.
Esta é a esperança do ser humano que crê em Deus.
Triste é ver gente morrendo por antecipação...
De desgosto, de tristeza, de solidão.
Pessoas fumando, bebendo, acabando com a vida.
Essa gente empurrando a vida.
Gritando, perdendo-se.
Gente que vai morrendo um pouco, a cada dia que passa.

E a lembrança de nossos mortos, despertando, em nós, o desejo de abraçá-los outra vez.
Essa vontade de rasgar o infinito para descobri-los. De retroceder no tempo e segurar a vida. Ausência: - porque não há formas para se tocar.
Presença: - porque se pode sentir.
Essa lágrima cristalizada, distante e intocável.
Essa saudade machucando o coração.
Esse infinito rolando sobre a nossa pequenez. Esse céu azul e misterioso.
Ah! Aqueles que já partiram!
Aqueles que viveram entre nós.
Que encheram de sorrisos e de paz a nossa vida.
Foram para o além deixando este vazio inconsolável.
Que a gente, às vezes, disfarça para esquecer.
Deles guardamos até os mais simples gestos. Sentimos, quando mergulhados em oração, o
ruído de seus passos e o som de suas vozes.
A lembrança dos dias alegres.
Daquela mão nos amparando.
Daquela lágrima que vimos correr.
Da vontade de ficar quando era hora de partir. Essa vontade de rever novamente aquele rosto.
Esse arrependimento de não ter dado maiores alegrias.
Essa prece que diz tudo.
Esse soluço que morre na garganta...

E...
Há tanta gente morrendo a cada dia, sem partir. Esta saudade do tamanho do infinito caindo sobre nós.
Esta lembrança dos que já foram para a eternidade.
Meu Deus!
Que ausência tão cheia de presença!
Que morte tão cheia de esperança e de vida!

Texto: Padre Juca
Adaptação: Sandra Zilio

Exibições: 1

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

© 2019   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço