GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

OS CICLOS DO EVENTO E AS CORES DO ARCO ÍRIS

OS CICLOS DO EVENTO E AS CORES DO ARCO ÍRIS


OS CICLOS DO EVENTO 
E AS CORES DO ARCO ÍRIS
Por Fátima D'Agostino

A Terra acolheu, por centenas de anos, três mundos (realidades) concomitantes: mental, religioso e bélico. Quando nascemos, já pertencemos a uma dessas realidades por herança cultural e algumas vezes trocamos por escolha pessoal. Habitamos um, mas interagimos com os outros.

Essas realidades se estabeleceram e se mantiveram porque as frequências vibracionais, por um longo período do tempo (quarta dimensão) protegeram a terceira dimensão, que limita a percepção em largura, comprimento e profundidade. Tudo preto ou branco. As interações permitiram vislumbrar nuances, daí estabeleceu-se o julgamento. Foi aprendizagem e aperfeiçoamento exercidos durante centenas de anos, mas agora perdemos o chão seguro da tridimensionalidade e nos encontramos assustados, naturalmente.

Após quase três meses de quarentena e milhares de mensagens, canalizações, vídeos, lives, textos, etc. sobre a pandemia e seus benefícios para além da periculosidade real: um presente para a humanidade, um presente para a Terra se recuperar, um momento de introspecção e avaliação de crenças, prisões em massa dos seres da escuridão, o evento que ocorrerá e não se sabe quando e o que exatamente, limpeza de memórias, recuperar a autoestima, implantação de novo sistema financeiro, dominação do mundo pela ordem mundial.

Vitoria da luz, dizem alguns. Outros estão convictos da tarefa de trabalhar para a luz e estar aqui nesse agora fazendo a diferença e sentindo gratidão por cada mensagem que celebra a separação do bem e do mal e a Terra futuro planeta de regeneração. São muitas as teorias, mas uma única intenção: espalhar amor e empatia nessa realidade coletiva louca que estamos imersos. Em outros tempos eu diria: para o mundo que eu quero descer. Mas, o mundo está parado e com o campo magnético menos denso, o planeta também, então te convido para descer comigo.

Comecemos assim, como separar as cores do arco íris?

Não dá para separar, assim somos nós na composição do universo. Porque a Terra está em transição. Estamos, a Terra e nós como habitantes (e essa é uma experiência maravilhosa), na precessão dos equinócios, fenômeno que ocorre em períodos de 23 mil anos e causado, principalmente, pelas perturbações gravitacionais dos planetas Júpiter e Saturno sobre a órbita da Terra.

Além disso, a excentricidade da órbita da Terra em torno do Sol, devido aos efeitos de muitos corpos do sistema solar, está se repetindo, pelo padrão estimado de 100 mil anos, o que dá para se prever uma mini era glacial se aproximando. Também, a cada 20 mil anos a luz solar varia na intensidade com que chega ao planeta, essa intensidade altera a paisagem por aqui, dada a interconexão Terra, Sol e Vida (humanos, plantas, animais, etc.). Ciclos perfeitos e estão ocorrendo nesse agora em que a troca de informações ocorre em tempo real.

A ciência está em vias de comprovar a existência da quinta dimensão e novas pesquisas científicas comprovam a existência da “luz proibida”, reforço para a física quântica que proporcionará o uso de energias potentes e não poluentes. Além da precessão e da excentricidade, a Terra está alterando seu polo magnético e o mar de ferro no interior do nosso planeta dá os sinais com eventos naturais, mas pessoas da realidade bélica preveem morte e destruição em massa pelo aumento dos terremotos e erupções vulcânicas.

Outro grupo, o mental, prevê que a quase certa pane no sistema elétrico e de GPS, que afetará as atividades aéreas, aviões e satélites, sistemas bancários, fornecimento de energia elétrica, por alguns dias, não afetará a vida, apenas teremos alguns dias sem uso das tecnologias disponíveis. Por último, não menos importante, o grupo religioso, que profetiza o fim dos tempos, a volta do Messias, a mortalidade em massa, a punição de Deus por termos nos desviado do caminho, etc.

Esse grupo abrange a facção dos esotéricos e espiritualistas. Esses prenunciam tempos finais para nos espiritualizarmos e nos conscientizarmos que somos mais do que o corpo físico. Precisamos perdoar a nós mesmos, os nossos inimigos e nos tornarmos pessoas melhores. Os três grupos permeiam a verdade (intuída) e as ilusões. O que se destaca em comum são as expectativas de tragédia e a semeadura do medo como proteção.

Perceba que tudo é manipulação para a manutenção de grupos coesos. A Terra, assim como todo o sistema solar está em transição porque nada é estático, nós não observamos a dinâmica universal. Esse ciclo é comprovado cientificamente, mas pela simplicidade, nos remete fora da coerência estabelecida entre os grupos da humanidade que dramatizam fatos porque são realidades que se desenvolveram oscilando entre o paternalismo e o matriarcado.

Grupos contemplam o bem estar de seus membros, não do coletivo. Por isso, toda vez que transitamos por outros grupos, nos assustamos com as perspectivas apresentadas. Essa tem sido a tônica da quarentena, confusão e medo gerados pela exploração das diversas possibilidades criadas.

A história da nossa essência como ser biológico se dá em ciclos, não pela linearidade tridimensional de nascimento e morte. Somos essências imortais e a movimentação cósmica desse agora nos permite escolher a vida autônoma e livre de acordos grupais.

Tenho me desconectado de todos os medos vinculados aos grupos que perpetuaram a separação da humanidade impondo limitações que me afastaram do coração e da mente autônoma. Tenho me encontrado num espaço interno que potencializa minhas experiências de vida com a sabedoria da minha Essência e essa retomada da autorresponsabilidade pela vida, esvazia o medo da morte.

Nosso corpo biológico é tão perfeito no funcionamento que nos permite seguir a jornada aqui na Terra sem nos preocuparmos se o coração está batendo, se o pulmão ou o fígado estão funcionando, são autônomos e interligados com as nossas emoções. Entretanto, esse corpo cumpre um ciclo, mesmo para as pessoas que transcenderam o medo. Abençoe sua jornada e siga sem medo e descortinando todas as possibilidades desejadas. É possível, acredite.

Deixo aqui trechos de uma benção Asteca como incentivo para Despertar a partir das suas escolhas e não pelas estabelecidas na assembleia grupal.

“Eu liberto meu parceiro da obrigação de me completar. 
Não me falta nada, aprendo com todos os seres o tempo todo.

Eu me desnudo diante de seus olhos, por isso eles sabem que eu não escondo nem devo nada além de ser fiel a mim mesmo e à minha própria existência, que caminhando com a sabedoria do coração, estou ciente de que cumpro o meu projeto de vida, livre de lealdades familiares invisíveis e visíveis que possam perturbar minha Paz e Felicidade, que são minhas únicas responsabilidades.

Eu renuncio ao papel de salvador, de ser aquele que une ou cumpre as expectativas dos outros.
Aprendendo somente através do AMOR, eu abençoo minha essência, minha maneira de expressar, mesmo que alguém possa não me entender.

Me respeito e me aprovo. Eu honro a Divindade em mim e em você. Somos livres”

Tal como cada cor que compõe o arco íris, cada um de nós é imprescindível na composição universal enquanto essência e estamos aqui brincando com a energia em produção independente. Produza alegria, não medo, pois energia produzida é incorporada na essência.

Eu SOU e Você É fractal do AMOR.

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação - DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Instagram - @blogdecoracaoacoracao
Informações e Agendamentos para Mesa Quântica Estelar e Frequência de Cura Arco Iris - lecocqmuller@gmail.com
Grata Fátima!

LUZ!
STELA

Exibições: 3

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

© 2020   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço