GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Marlene Theodoro de M Teodoro curtiu a postagem no blog 2O DORES CORPORAIS E A RELAÇÃO DELAS COM OS SENTIMENTOS – SUA DOR PODE SER EMOCIONAL! de Lenita dos Santos Andrade
quarta-feira
FRANCISCO CARLOS B HOLANDA comentou a postagem no blog CURIOSIDADES - Alguns números do Ignotus de Edson Luiz Pocahi
"Excelnte desempenho do site, parabéns a todos que contribuíram, direto e indiretamente, gratidão!!!"
terça-feira
Edilza curtiu a postagem no blog Descubra o significado espiritual das abelhas e o que elas querem lhe dizer! de Edilza
terça-feira
Soeli Maria Moreira curtiu a postagem no blog CURIOSIDADES - Alguns números do Ignotus de Edson Luiz Pocahi
terça-feira
Soeli Maria Moreira curtiu a foto de Edilza
terça-feira
Tânia curtiu a foto de Edilza
terça-feira
Posts no blog por Edilza
terça-feira
Onedes Vieira da Silva Pinto curtiu a postagem no blog MENSAGEM OCULTA DENTRO DA LUZ - O AGORA DO UM de Edilza
terça-feira
Onedes Vieira da Silva Pinto curtiu a postagem no blog CURIOSIDADES - Alguns números do Ignotus de Edson Luiz Pocahi
terça-feira
Edilza postou um vídeo

GRATIDÃO

Para a Presença EU SOU em mim... sem palavras para descrever o que sinto hoje... então fiz este video com a musica que ouvi em meu coração hoje. Foi fantásti...
terça-feira
Viviane Fernandes curtiu a postagem no blog MENSAGEM OCULTA DENTRO DA LUZ - O AGORA DO UM de Edilza
terça-feira
Edilza curtiu a postagem no blog MENSAGEM OCULTA DENTRO DA LUZ - O AGORA DO UM de Edilza
terça-feira

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Ela é inteligência divina que mora dentro de cada um. Quando despertada, muda completamente a maneira de encarar a vida. Veja o que é e saiba como manter acesa sua intuição.

Um aperto no peito, um frio no estômago, um lampejo que corre no corpo e, sem lógica aparente, traz a certeza do melhor caminho a seguir, a melhor escolha a ser feita. À essa sensação, que a maioria das pessoas não consegue explicar racionalmente, especialistas de várias áreas dão o nome de intuição, insight, sexto sentido.

É, na realidade, um instinto humano primitivo, que bombardeia todo mundo a todo instante sem distinção de cor, raça, sexo ou idade. Ele nasce com a pessoa, mas por uma questão de educação e valores sociais, vai se afastando da sua natureza e passa, na maioria das vezes, totalmente despercebido.

Nada mais natural. Por séculos, o ser humano foi educado a pensar de modo racional, a descartar qualquer mecanismo ou explicação não lógica para os fatos. "Os critérios que regia a vida no início da sociedade industrial não permitiam que a intuição fosse considerada útil", afirma o psicólogo argentino Edgardo Musso, fundador do Centro de Desenvolvimento da Intuição e Criatividade, no Rio de Janeiro..

Isso sem falar que quem manifestava qualquer tipo de faculdade, além das capacidades lógicas e intelectuais, era logo taxado de bruxo, feiticeiro.

Como resultado, muita gente na Idade Média ganhou como destino a fogueira da Inquisição.

 Novos Tempos

A boa notícia é que o homem está passando para uma fase pós-industrial, na qual a informação e o conhecimento figuram como os principais valores. "É a partir desse princípio que todas as fontes de informação são fundamentais - as lógicas e as não-lógicas, como a emoção e a intuição", afirma o consultor Eduardo Carmello, autor do livro "O poder da Informação Intuitiva".

E mais: "o homem cansou de procurar respostas exatas para seus dilemas. Ele não encontrou o que precisava fora e então se voltou para dentro", afirma a terapeuta Izabel Telles. E é nesse caminho de interiorização que a intuição(do latim intuere que significa "ver por dentro" ou "ver de dentro") começa a ser valorizada e até a ciência tenta entendê-la.

Imprevisível, indomável, difícil de ser explicada em palavras, ela não se dobra à razão. Para Eduardo Carmello, não se trata de algo oposto da razão, mas acima dela. Considerada um tipo de inteligência - assim como a emocional - pode surgir em sonhos, por meio de imagens, músicas, cheiros. Segundo a sensitiva Jayr Ramos Penna, é semelhante a uma pipa, que voa livremente pelo céu: ora está muito perto, ora distante demais.

Mas por que ela oscila tanto? "Infelizmente, não somos capazes de dizer como vem à tona. Intuitiva é aquela pessoa que capta uma informação, sabe a resposta de alo por apreensão instintiva, sem passar pelo pensamento racional", explica Marcia Tabone, psicoterapeuta analítica, com especialização transpessoal e psicossomática.

  A Voz do Coração

Um estalo, que acontece para cada pessoa de uma maneira particular. De acordo com Eduardo Carmello, as informações, inclusive as intuições, são recebidas pelos seres humanos por meio dos cinco sentidos. Dependendo do sentido mais aflorado em cada um, a pessoa pode sentir um frio no estômago, ouvir uma voz, ver uma imagem.

Para a terapeuta Izabel Telles, a intuição é a voz do coração, uma bússola interna, que vem direta, cristalina, enche o peito e antecede a razão. "É a sua porção divina. Foram as religiões que tiraram Deus de dentro do homem e o colocaram fora", diz.

Eduardo vai além e compara o sistema intuitivo à internet. Quando você quiser, por meio dessa inteligência, acessar alguma informação, faça uma pergunta extremamente clara, objetiva, sem dualidade, que a resposta virá. "É como um programa de busca", analisa.

Como alguns especialistas acredita que a intuição está localizada entre um pensamento e outro, quanto mais alguém conseguir organizar seus pensamentos, mais fácil será o afloramento das intuições. Há, no entanto, um alerta: quem vive muito no passado ou no futuro também pode afastar as percepções intuitivas. "O canal fica congestionado", afirma Jayr.

 Seu próprio Guia

Mas, perguntaria você, o que pode ajudar a fazer a intuição fluir? Segundo Marcia Tabone, técnicas que afastam a mente da atividade racional, como yoga e meditação, e calem o constante burburinho interior. "Porém é preciso ter confiança na entrega e na possibilidade de que tudo está dentro de você", analisa. Outra dica da psicóloga é se abrir para uma sabedoria maior e em contato com sua essência. "Desse modo, em vez de depender de outras pessoas para saber o que fazer, é possível reconhecer em si o próprio guia", afirma.

Izabel Telles discorda. Como antes de se tornar terapeuta, foi publicitária e jornalista e viveu durante anos na agitação das maiores agências de publicidade e redações do País, ela diz que as melhores ideias e insights surgiam lá, com o caldeirão fervendo. "Não dá para ficar esperando. Hoje em dia, é preciso intuir no meio da guerra", diz ela. O importante é afastar-se dos preconceitos e dos julgamentos. E, mais do que qualquer outra coisa, confiar no que se sente.

Os resultado são imediatos. "A vida apresenta constantemente situações críticas nas quais é necessário escolher o rumo a seguir. Nesses casos, a intuição é uma valiosa fonte de informação", diz Edgardo Musso. Além de poder contar com mais um recurso quando há necessidade de tomar uma decisão - das mais simples às mais complexas -, ser intuitivo significa incluir mais uma dimensão à sua análise do mundo e deixar de enxergá-lo apenas com os olhos da razão.

Mas aprender a ouvir sua voz interior - alertam os especialistas - em hipótese alguma quer dizer se transformar em um místico, supersticioso ou um grande chutador. "Você pode ter um acerto de 100% ou um erro de 100%. Assim, o melhor a fazer é sempre compartilhar informações e a própria intuição", aconselha Marcia Tabone. Independentemente de qualquer coisa, experimente. Aos poucos, você vai começar a ganhar pontos com você mesmo.

 

"O que é a verdade? Uma pergunta difícil: mas eu a respondi para mim mesmo dizendo que é o que aquela 'voz interior' fala com você."

Mahatma Gandhi

 

 Como são os intuitivos

De acordo com a psicóloga Marcia Tabone, as pessoas intuitivas possuem algumas características comuns. Elas são, geralmente, abertas a novas ideias, não gostam de treinamentos, nem de condicionamentos, são inspiradas, sentem-se atraídas pelo desconhecido, apreciam o raciocínio complexo e não são afeitas a números ou regras.

 

"Certa vez, ai sair de moto e o tempo mudou. Começou a garoar, guardei a moto e quando estava indo pegar o carro tive uma sensação de desconforto. Não cancelei o compromisso, saí mesmo assim e fui assaltado. Os ladrões me mandaram para o banco de trás e fiquei nessa situação quase uma hora. Mesmo assim, não entrei em pânico. Era como se eu já soubesse que aquilo iria acontecer.

Acho que a intuição é uma sensibilidade natural do ser humano, e eu aprendi a confiar nela. Sei que ela ocorre quando o meu comportamento emocional fica diferente. É como se em alguns casos, por mais dificuldades que apareçam, espero o melhor e assim acontece. Em outros, mesmo que as facilidades estejam presentes, tenho a sensação de que algo vai dar errado e realmente o desfecho não é bom."

Jorge Enes Mendonça da Fonseca, 40 anos Técnico em Projetos

 

"Quando sou completamente eu mesmo, quando estou completamente sozinho e de bom humor... é nessas ocasiões que as ideias fluem melhor e mais abundantemente. De onde e como elas vêm, eu não sei; também não posso forçá-las; e também não ouço as partes sucessivamente em minha imaginação: ouço-as todas ao mesmo tempo. Passá-las para o papel é algo feito bem rapidamente, pois tudo já está terminado e raramente difere no papel do que estava em minha imaginação."

Mozart

 

 Dicas para ativar a intuição

  • Tenha um objetivo claro
  • Transforme-o em uma pergunta simples e prática,      como se fosse fazer uma pesquisa em um programa de busca da internet
  • Esteja atento às informações objetivas e      subjetivas que ocorrerem a partir daí
  • Recolha e anote pistas e insights. Andar com um      bloquinho de anotações ou um gravador portátil na bolsa ou na pasta podem      ajudar
  • Facilite a comunicação intuitiva: esteja      receptivo, atento e relaxado. Não procure racionalizar tudo o que lhe      acontece
  • Faça associações, conexões e analogias. Nada      acontece por acaso
  • Sinta os sinais do seu corpo. Ele dá informações      sobre os seus pensamentos
  • Observe a mensagem de conforto e desconforto
  • Confie em seus procedimentos internos.

Fonte Eduardo Carmello

 As dez situações nas quais a intuição se faz mais presente

  • Sentado no banheiro. Fisiologicamente, já é um      momento de liberação. Sozinho e à vontade, os pensamentos se organizam e a      intuição flui
  • Tomando uma chuveirada. Também é um momento      íntimo e a água, por si só, representa fluidez. Esse é o elemento da      intuição por natureza
  • Indo e voltando do trabalho. Não importa se você      está no carro, no metrô, no ônibus ou a pé. Geralmente, nesse momento, você      faz um balanço do dia – tanto do que irá começar, quanto do que terminou,      treinando a capacidade de gerar relatórios mentais
  • Adormecendo ou acordando. Nessas horas, o cérebro      funciona com ondas alfa, mais lentas e favoráveis ao processo intuitivo
  • Durante uma reunião chata
  • Lendo por prazer
  • Fazendo exercícios, principalmente caminhadas. As      intuições não ocorrem só quando se diminui o ritmo de atividades. Osho(o      guru indiano Bhagwan Rajneesh) já sabia disso quando criou meditações dinâmicas,      com danças
  • Acordando no meio da tarde
  • Ouvindo uma palestra
  • Fazendo trabalhos manuais

Fonte Eduardo Carmello

 

 Coisa de mulher

Foi-se o tempo em que a intuição era considerada uma qualidade feminina. Sabe-se, hoje, que homens e mulheres são igualmente capazes de usufruir dessa sensação. Mas para o psicólogo Edgardo Musso, por uma questão biológica, as mulheres estariam apenas mais aptas a reconhecê-las. Isso porque elas têm mais desenvolvidas as percepções sobre seu mundo interior. “As razões para isso estão no seu próprio corpo, nos seus órgãos sexuais, nas modificações cíclicas hormonais que acompanham a ovulação, na amamentação e no cuidado com a prole”, afirma Edgardo.

Márcia Tabone, no entanto, alerta que graças à grande participação da mulher no mercado de trabalho e o aumento significativo do estresse, o lado masculino delas passou, em alguns casos, a falar mais alto, o que deixou homens e mulheres praticamente em pé de igualdade em termo de intuição.

 

“As intuições sempre foram muito comuns no meu dia-a-dia. Tem dias em que eu acordo de manhã e vêm à minha cabeça imagens de diversas pessoas. Não dá outra: elas telefonam para mim naquele dia. Acontece muito com a minha mãe. Eu penso nela e não dá nem tempo de eu ligar, porque ela liga antes. Tenho essa sensação também em relação às pessoas. Sempre sei se a energia delas é boa ou não. É um sentimento que toma conta do peito, e ás vezes vem pela cabeça também. Mas para que isso aconteça, eu preciso estar muito bem internamente. Quando estou muito estressada, trabalhando demais, não presto atenção a essas sensações. Para que aconteçam é preciso, acima de tudo, se abrir e acreditar.

Patida Mauad, 42 anos Produtora de Moda

 

 Exercícios de visualização

Aprenda, com a terapeuta Izabel Telles, dois exercícios para melhorar a sua intuição:

  1. Feche os olhos, imagine que você está em um mar e vá ao encontro de um golfinho. Faça uma pergunta para ele e ouça a primeira resposta que ele lhe dá. A mesma prática pode ser feita com outros animais em outros ambientes e também com mestres que você tenha afinidade, objetos.
  2. Imagine que você carrega um carrinho cheio de pedras até a beira de um penhasco. Jogue todas as pedras e pense: estou jogando aqui todas as pedras que estão fechando a minha intuição. Na volta, encha, mentalmente, o carrinho de flores, pedindo que, assim como aquelas flores brotam, intuições também surjam em sua mente.

Por Janaína Campoy – Revista Viva Feliz

Fonte: http://anjodeluz.ning.com

Exibições: 1183

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

Comentário de Anita Rocha em 22 agosto 2013 às 11:43

Como é bom ouvir tuas palavras, Manuela Reis !!! grata pelo carinho e atenção. Sim. Vou tirar sempe um tempo para meditar e orar quem sabe assim eu encontre a paz que tanto preciso para sobreviver... beijos no coração !!! Ahh... fiquei feliz por saber que tens uma neta (um pedacinho dele aqui na terra). Deus a ilumine e a proteja com seus anjos... Com o meu carinho, beijos...

Comentário de Manuela Reis em 22 agosto 2013 às 10:21

PARA ANITA ROCHA:_Querida Anita,como eu também lamento a sua perda.Fico feliz em saber que tem um filho,isso é muito bom.O meu filho deixou uma menina,na altura com 4 anos a quem tanto amava.Acredito no que dizem os Mestres,que,além de todos termos um tempo preciso para partir,"eles" apenas se afastaram da nossa presença fìsicamente,pois a sua luz,o seu amor,continua a acompanhar-nos e até a proteger-nos.Segundo "mensagem " que recebi,eles estão felizes e querem que nós sejamos felizes também.Às vezes estas são lições,que sem sabermos porquê temos que receber para reaprender a viver e a ver a VIDA doutra forma.Aprenda a ter "os seus momentos a sós" para meditar...e assim,tentando sempre,com amor no coração,vai conseguir encontrar a paz.Um grande abraço e estarei sempre aqui,para pelo menos falar um pouco.Beijinhos.

Comentário de Anita Rocha em 22 agosto 2013 às 10:05

Olá Manuela Reis! lendo o seu comentário sobre a intuição, eu sinto muito pela morte do seu filho em idade tão jovem, saiba que também perdi meu marido em 2004 com idade de 42 anos, não tive nenhuma intuição, pois ele já estava doente, pois tinha uma doença chamada Coração de Chagas, isto é, coração gigante... Desde então, venho tentando me reencontrar e reconstruir minha vida com meu filho, hoje com 16 anos. Esse, talvez tenha sido a principal motivação para me tornar membro deste blog e encontrar explicações pra tantos atropelos e perdas que temos que enfrentar e aceitar... Quero, com você e demais membros me tornar uma pessoa mais compreensiva e generosa, aprendendo a lição de dar, sem receber nada em troca e assim seguir numa vida tranquila e cheia de paz...

Comentário de Manuela Reis em 22 agosto 2013 às 10:02

ainda o tema intuição:-Não quero ser maçadora,mas sinto que posso ajudar alguém...e por isso vou relatar:-no dia que foi fatal para o meu filho,estava eu em casa preparando-me para ir para uma exposição de pintura,com umas amigas,quando uma das minhas filhas chegou e me deu a notícia.Não gosto nem de lembrar esse momento e esse desespero,Por cima do meu apartamento vivia uma outra filha com 2 crianças pequeninas e eu disse então a esta que subisse e me deixasse sòzinha,para que as crianças não se apercebessem de nada.Caminhei como um autómato no meu corredor,sem conseguir parar,não sei se gritava,se gemia de dor.Como já era noite,em Dezembro aqui às 18 horas é noite.Tenho 2 lâmpadas no teto,uma no início do corredor,outra no fim.Enquanto eu assim caminhava,uma das lâmpadas começou a tremer,eu pensei que ia ficar sem luz,porém,logo um pensamento/mensagem surgiu informando-me que ( ele chegou aos braços do pai),não sei se do pai dele,se de Deus.De imediato fiquei calma,fui vestir-me toda de branco e pude então sentar-me na sala,recebendo depois serenamente as pessoas amigas que se juntaram a mim.Daí que respeito muito "tudo" seja em sonhos curtos que jamais esquecemos,seja em pensamentos/relâmpago! UM ABRAÇO PARA TODOS VÓS E OBRIGADA POR ME ACEITAREM.

Comentário de Manuela Reis em 22 agosto 2013 às 9:50

INTUIÇÃO:_GOSTEI MUITO DO TEXTO E DAS EXPLICAÇÕES DADAS POR EDUARDO CARMELLO E PELA TERAPEUTA ISABEL TELLES.O MEU MUITO OBRIGADA.Vou contar uma passagem que aconteceu comigo em 2oo4, em dezembro,não lembro o dia e que me marcou,arrepiou e no momento ainda não sabia o porquê.Pois bem,foi antes do grande tsunami e também dum enorme tsunami na minha vida...que foi,dias depois,a morte de meu filho,então com 34 anos acabados de fazer.Indo eu caminhando numa rua com árvores ainda com folhas outonais,a certa altura levantou-se um estranho redemoínho que fez cair todas as folhas,quando eu passava,fazendo-me parar,tremendo.Fiquei apreensiva,o vento passou,tudo ficou calmo,mas eu não sabia o que significava.Dias depois,o meu filho teve um ataque cardíaco,fatal.Ainda hoje esse momento me perturba e tento estar mais atenta a todos os fenómenos da Natureza ou outros...

Comentário de Anita Rocha em 22 agosto 2013 às 9:00

Este texto chamou muito a minha atenção, pois, há vários anos tive muitas intuições, mas isso se perdeu ao longo do tempo, estando aqui, sendo membro da Ignotus, estou reaprendendo muitas coisas que ficaram esquecidas. Obrigada ao Sr Edson Luiz Pocahi por vários textos esclarecedores e de linguagem simples para uma boa interpretação. Tenhm todos um Bom dia e uma feliz quita-feira recarregada de energias positivas e de muita luz !!

© 2020   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço