GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Posts no blog por Edilza

O significado de mostrar a linguá

O significado de mostrar a linguá Como eu sempre digo: Tudo tem um simbolismo e portanto um significado.Como eu falo também: As…Ver mais...
2 horas atrás
Yashmin Santos curtiu a postagem no blog PROFECIA DE PACAL VOTAM. de Edilza
8 horas atrás
Elciene Maria Tigre Galindo curtiu a postagem no blog PROFECIA DE PACAL VOTAM. de Edilza
10 horas atrás
tinajair etinajair curtiu a postagem no blog PROFECIA DE PACAL VOTAM. de Edilza
11 horas atrás
Edson Luiz Pocahi curtiu a postagem no blog PROFECIA DE PACAL VOTAM. de Edilza
12 horas atrás
Raimundo Ferreira Santos é agora um membro de Ignotus Rede Social
12 horas atrás
Armelinda Moreira curtiu a postagem no blog DESENCARNE DE ZIBIA GASPARETTO de MIDELI GRACIA
19 horas atrás
Armelinda Moreira curtiu a postagem no blog DESENCARNE DE ZIBIA GASPARETTO de MIDELI GRACIA
19 horas atrás
Armelinda Moreira curtiu a postagem no blog A Grande Revolução do Espírito de Edilza
19 horas atrás
Armelinda Moreira curtiu a postagem no blog A Grande Revolução do Espírito de Edilza
19 horas atrás
Elciene Maria Tigre Galindo curtiu a postagem no blog Mensagens de Sergio Mello 20 de Edson Luiz Pocahi
ontem
Elciene Maria Tigre Galindo curtiu a postagem no blog Mensagem de Mãe Maria por Jane Ribeiro de Edilza
ontem

Mensagens de blog

PROFECIA DE PACAL VOTAM.

Postado por Edilza em 15 outubro 2018 às 8:29 0 Comentários

Curta Nossa Página no Facebook

Trabalho Sobre Si, Nas Experiências da Vida.

Trabalho Sobre Si, Nas Experiências da Vida.

"No sofrimento há revolta e, quando há revolta,
nem sempre há evolução".
 
"Devem compreender, aceitar e ultrapassar".
 
Mensagem dos
Seres de Luz
 
Através de 
Monique Mathieu 



Aquele que procura a Verdade precisa de compreender; ele precisa de sentir e viver certas emoções.

 
 Aquele que procura a verdade não é o ser que dorme sobre ele mesmo; aquele que procura a verdade é o ser que desperta; o seu sono é cada vez mais leve.
 
 Chega o momento em que já não tem vontade de dormir, em que tem vontade de conhecer, em que tem vontade de sentir, em que tem vontade de viver!

A vida que vivem vive-se em vários planos ao mesmo tempo.
 
 Vocês conhecem muito bem a vida na terceira dimensão porque mergulham nela mas, ao mesmo tempo, vivem em outras realidades, em outras dimensões, e por vezes têm a capacidade de sentir o que podem viver simultaneamente em outras realidades, em outras frequências vibratórias.
 
Quanto mais avançarem, mais estarão no despertar da consciência e o despertar do que são.
 
No entanto, a vida na matéria agarra!
 
 A vida agarra porque é toda-poderosa.
 
 Claro, vocês são energia, vocês são vibração, mas para poderem viver as experiências na matéria, porque vieram à Terra para isso, é preciso que estejam densificados; é preciso que a matéria tenha de certa forma “mando” sobre os vossos estados energéticos e vibratórios.
 
No entanto, chega um momento em que têm vontade de ficar muito mais leves, muito mais serenos e de se elevarem permanentemente.
 
 O que acontece nessa altura?
 
 Têm consciência da matéria que vos retém e que quer guardar o seu papel primeiro na vossa vida. (o ego também faz parte da consciência da matéria).
 
Então alternem entre o que são na matéria e o desejo profundo de elevarem a vossa frequência vibratória, de se tornarem cada vez mais etéreos, mesmo com os vossos corpos de matéria; alterem entre o poder da consciência da vossa matéria e o despertar cada vez mais forte da vossa consciência espiritual, e acrescentamos da vossa consciência divina.
 
Nesta altura, acontecem muitas coisas em vocês, dissemosmuitas vezes.
 
 Se estiverem atentos a vós mesmos, devem senti-lo.
 
Imaginem o seguinte: têm uma escada à vossa frente e estão tentados a subir mais e mais degraus, mas para atingir o quê?
 
 Ignoram-no porque não sabem o que há no fim da escada.
 
 Têm simplesmente vontade de subir, de ir sempre mais alto.
 
Se se virarem, ficam com vertigens imensas que podem mesmo abater-vos. 
 
Nessa altura, o que fazem? 
 
Agarram-se às travessas e pensam: preciso sentar-me. 
 
Claro, não podem sentar-se na travessa mas esperam encontrar um patamar de espera, um patamar de descanso.
 
São sempre empurrados a subir mais alto, a irem mais longe.
 
 Não podem estagnar, não podem parar. 
 
Aqueles que, de certa forma, deixaram o caminho, tomaram de certa forma uma outra escada em que as travessas são mais fáceis de subir, pois têm menos espaços entre eles. 
 
O que pede menos esforços para continuar a subir.
 
A partir desse momento em que uma abertura espiritual aconteceu a um certo momento da vossa vida, essa abertura espiritual não se fechará e serão levados a subir, mais e mais.
 
Não podem, como dizem na Terra, “desandar” da vossa escada, porque há qualquer coisa que vos cola à travessa (degrau) onde se encontram. 
 
No entanto têm vertigens quando olham para baixo!
 
 Podem ter a vertigem da espiritualidade, quer dizer, sentir e viver coisas que não analisam necessariamente.
 
Mas essa necessidade profunda de evoluir, de compreender, de se abrir ao Amor e de se abrir a uma nova consciência é mais forte que as vertigens, mais forte que todas as fadigas e todas as vontades de descansar à beira do caminho.
 
Numa altura ou noutra, cada um pode ter vontade de dizer: “gostava que avançasse ainda mais depressa, ou simplesmente descansar”.
 
Não podem ir mais depressa se não integrarem tudo o que viveram, tudo o que aprenderam.
 
 É nas experiências da vida que aprendem!
 
Estamos presentes para vos ajudar a despertar, para vos ajudar a encontrar as chaves em vocês, para ajudar-vos e dar-vos coragem e o Amor que vos permitirão de avançar ainda mais.
 
Mesmo um ser que não está num caminho espiritual, que não tem o conhecimento que vocês têm, avança sempre: avança através do sofrimento, das provas da vida, da falta de alimento e da pobreza extrema. 
 
Tudo está feito para que a consciência humana melhore, se transforme.
 
O sofrimento não é necessário para a evolução, reafirmamo-lo, mas constitui um elemento que também permite evoluir.
 
 Claro, no sofrimento há revolta e, quando há revolta, nem sempre há evolução.
 
 A partir do momento em que há aceitação, então há abertura e, a um certo momento, o sofrimento não é mais necessário.
 
Enquanto houver revolta ou não aceitação e rejeição de um sofrimento físico, afetivo ou relacional, este perdura porque alimentam-no. 
 
Devem compreender, aceitar e ultrapassar.
 
A vossa evolução é real, mas nem sempre acontece tão depressa como o desejariam. 
 
Há então interrogação, descanso à beira do caminho, grandes fadigas, para alguns, mudança de caminho.
 
Porém cada um vai onde deve ir e segue a sua programação.
 
 Os encontros, as separações, as grandes alegrias, as grandes tristezas, os grandes sofrimentos, físico ou outros, fazem parte das vossas experiências de vida.
 
 Podem compreendê-lo, mas, infelizmente, muitos numerosos humanosrecusam compreendê-lo, entendê-lo ou aceitá-lo; então ficam vencidos pelos seus próprios sofrimentos.
 
Aqueles que conseguem compreender têm a sorte de aceitar o seu destino. 
 
Usamos a palavra “destino” porque todo o mundo fala do destino.
 
 O destino, é a programação!
 
Claro, podem ir além de uma programação, seja ela qual for
 
Nesse caso, com a sua força pessoal, aquele que busca a Verdade, pelo fato da sua boa vontade, receberá ajudas preciosas da parte dos seus guias ou dos Seres de Luz; essas ajudas permitir-lhe-ão retirar certos véus; poderá assim despertar realmente e avançar muito mais depressa no seu caminho.
 
Gostaríamos de vos dizer: 
Coragem!
 
 O caminho pode por vezes parecer muito longo. 
 
Por vezes têm a impressão de não avançar e podem mesmo sentir-seinúteis... 
 
Sobretudo não acreditem nisso! 
 
É por vezes nos momentos em que têm a impressão de não avançar que avançam mais depressa.
 
 É no momento em que têm a impressão de não amar que podem amarainda mais, porque velam-se a vós mesmos.
 

 




 
 
 
Post. e Formatação
Fonte:

 Monique Mathieu 

Exibições: 121

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 2 outubro 2018 às 11:54

Obrigada pelas informações.

© 2018   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço