GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

Posts no blog por Edilza
8 horas atrás
Edilza curtiu a foto de ERALDO BORIS
quarta-feira
Posts no blog por Edilza
quarta-feira
Ana Bela G: Pestana curtiu a postagem no blog TEM TIDO SONHOS ESTRANHOS ULTIMAMENTE? de Edilza
terça-feira
ERALDO BORIS curtiu a foto de Edilza
segunda-feira
ERALDO BORIS postou fotos
segunda-feira
ERALDO BORIS curtiu a postagem no blog ATUALIZAÇÃO DE ENERGIAS: OS PRÓXIMOS DIAS de Edilza
segunda-feira
ALMIR TENÓRIO entrou no grupo de Allan Keyroz
Miniatura

Alta Magia - Teoria e Prática

Grupo de Alta Magia, e formas de estudos que a elevam como Meditação, Yoga, Autoconhecimento, Práticas Saudáveis para melhor praticarmos esta grande Arte e outros assuntos.Quando uma pessoa tem interesse em saber sobrer o assunto e pesquisa sobre…Ver mais...
segunda-feira
ALMIR TENÓRIO atualizaram seus perfis
segunda-feira
ALMIR TENÓRIO curtiu a postagem no blog A fonte da juventude! de Jorge augusto gonçalves bandeira
segunda-feira
Posts no blog por Edilza
segunda-feira
Tânia curtiu a postagem no blog O PORTAL DO TRIPLO ECLIPSE de Edilza
segunda-feira

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Templo de Abu Simbel


Construído a mando do faraó Ramsés II, no século XIII a.C., Abu Simbel é um complexo arqueológico egípcio que se situava próximo ao lago Nasser. Entretanto, com os riscos de inundação dos templos, nos anos 1960 a UNESCO deslocou os monumentos, fazendo com que as bases da montanha do local fossem cortadas e transportadas para o cume, evitando o alagamento das obras.

Quando Ramsés II ordenou a construção de Abu Simbel, queria deixar claro às demais sociedades antigas a superioridade do Egito e ofuscar os conflitos gerados após a imposição do antecessor faraó Akhenaton de cultuar apenas o deus Aton – dando origem ao monoteísmo.

Ramsés II queria dedicar os dois templos construídos no complexo a si mesmo e a sua esposa favorita, Nefertari. No maior dos templos, há uma fachada de 33 m de altura por 38m de largura, com quatro estátuas de vinte metros cada que representam a figura do faraó.

Entrada principal do Templo.

Também há representações dos deuses Ra-Harakhty, Ptah e Amun, pois Ramsés II queria que o povo egípcio voltasse a cultuar mais de um deus (politeísmo). Depois do reinado de Akhenaton, alguns achavam que os três deuses fossem rivais ou mesmo parte de um ser onipotente, sobreposto na figura de Aton.

O segundo templo foi dedicado à Nefertari e possui uma fachada com seis estátuas de 10 metros cada. A onipresença da figura de Ramsés neste templo era tão grande, que cada estátua era ladeada por duas representações dele, como se ele quisesse proteger sua esposa a todo momento. As estátuas de Nefertari tinham traços semelhantes à figura da deusa Hathor, ornadas com disco solar entre plumas e cornos de vaca.

Com os esforços da UNESCO para restaurar e manter intacto o complexo Abu Simbel, o monumento foi considerado, em 1979, parte do Patrimônio Mundial. O governo do Egito, como forma de agradecimento à ONU, cedeu fragmentos da obra a museus internacionais, como Museu de Nova York, Museu do Louvre e Museu de Berlim.

Leia também:

Fontes:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/noticias/ult338u3979.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Abu_Simbel

https://www.infoescola.com/civilizacao-egipcia/abu-simbel/

Exibições: 5

© 2020   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço