Ignotus Rede Social

    

GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

LANÇAMENTO: Tenha Autoconhecimento e Dinheiro no Bolso!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

elizabeth salvador compartilhou o post do blog de Edilza em Facebook
4 horas atrás
Posts no blog por Edilza
8 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA comentou a postagem no blog A ASCENSÃO E AS MUDANÇAS FÍSICAS de Edilza
"Interessantíssimo. Obrigada."
16 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA curtiu a postagem no blog A ASCENSÃO E AS MUDANÇAS FÍSICAS de Edilza
16 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para rafaela
"BEM VINDA RAFAELA!"
16 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para Portal Druidismo Matriarcal
"BEM VINDOS AO NOSSO CANTINHO DE AMIGOS!"
16 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA e Portal Druidismo Matriarcal agora são amigos
16 horas atrás
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para Margarida Dutra
"BEM VINDA Margarida!"
16 horas atrás
Ícone do perfilMargarida Dutra e rafaela entraram em Ignotus Rede Social
18 horas atrás
Mara do Socorro Rocha compartilhou o post do blog de Edilza em Facebook
20 horas atrás
Posts no blog por Edilza
ontem
Posts no blog por Elieth Tavares Castro
ontem

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Ignotus-Astrologia-A origem da Astrologia-Egipcios e a Astrologia

Astrologia

O Ignotus traz até você, a magia da Astrologia. Uma super pesquisa sobre Astrologia inédita, que não só junta informações sobre Astrologia em texto, vídeo e imagens, mas esmiúça o tema, vai fundo, quer achar respostas, questiona a origem da Astrologia, métodos e doutrinas da Astrologia.

Qual é o parâmetro astrológico para indicar que uma pessoa de um signo é tímida, e a de outro é falante. A Astrologia possui métodos científicos ou de observação ao longo do tempo? O conhecimento veio dos deuses, de seres de outro planeta ou de onde mais?

Venha conosco em uma viagem fascinante ao passado, presente e futuro.

A origem da Astrologia

A Astrologia é considerada uma das mais antigas ciências. A sua origem perde-se no tempo. A  Origem da Astrologia confunde-se com a história da humanidade. 

Esta arte teve, provavelmente, a sua origem em tempos tão remotos quando a vida dos seres humanos, vida esta, que estava intimamente ligada ao ciclos da Natureza. 

Em um mundo de humanos caçadores e coletores, os ciclos mais importantes seriam os ciclos lunares e os das estações. Estes ciclos condicionavam a caça e o tipo de alimentos disponíveis. 

A observação e estudo destes ciclos naturais levou o ser humano uma base de conhecimentos. Os elementos simbólicos e místicos destes conhecimentos viriam a constituir as bases da Astrologia, enquanto o aspecto "matemático" constituiria, mais tarde, a Astronomia. 
Embora o vestígio mais antigo de observação Astrológica / Astronômica seja de 15.000 AC (ossos com desenhos das fases da lua localizados na Mesopotâmia), a Astrologia, tal como a entendemos hoje, só começa a desenvolver-se com o aparecimento da Agricultura (10.000 a 5.000 AC). A necessidade de compreender os ciclos torna-se vital para as colheitas. Com a atribuição de cargas simbólicas a estes ciclos, desenvolveu-se toda uma mística e uma metafísica ao redor do estudo dos astros. 

Mas há muitos historiadores que indicam a origem da Astrologia por volta de 3.000 AC na Suméria. Há também documentadas cartas estelares do Egito datando 4.200 AC, embora não pode-se distinguir se eram ligadas à Astronomia ou à Astrologia.

Uma coisa é certa quanto à época da origem da Astrologia: entre os historiadores há divergências. Não há nada definido quanto a “quem” e “quando” iniciou a astrologia.

Vamos usar a imaginação e voltar no tempo, para antes de 15.000 AC, quando foram encontrados os ossos na Mesopotâmia com as fases da lua. É possível que a origem rudimentar da Astrologia, esteja perto desta data, claro, é possível. Mas antes desta data, em 20.000 AC ou 25.000 AC os humanos, pelo que sabemos, não se diferenciavam em quase nada. Mantinham os mesmos hábitos. Será que não se olhava para o céu naquela época? Não se tinha conhecimentos sobre o sol, a lua e as estações do ano pela simples observação do céu? O conhecimento poderia ter passado através da fala, de geração em geração.

Estima-se que o homem de Cro-Magnom, intitulado assim por ter surgido em uma região da França de mesmo nome, foi o primeiro há cerca de 40.000 anos atrás a falar. Assim, com a fala evoluindo, inicia-se a comunicação mais exata a cerca da vida e dos conhecimentos. Em uma ordem natural, humana, e de evolução, os mais sábios, os mais velhos, os pais, sempre querem o bem de seus filhos, e assim, repassam informações, conselhos, experiências, para que os filhos consigam prosperar na vida, para que os filhos consigam se virar sem a presença e o apoio de seus pais, quando estes já não estivessem mais no plano físico.

O homem naquela época estava totalmente envolvido e dependente da natureza, e me parece lógico, que os conhecimentos sobre a lua, o sol, as estações do ano, sobre orientação usando as estrelas, passassem de pai para filho, geração em geração, dando origem ao conhecimento rudimentar da astrologia, que na época nada mais era que o estudo do ambiente, da natureza. Como hoje sabemos já desde crianças, que matar um ser humano é proibido, que devemos fazer o bem, que devemos viver perante as leis dos homens, naquela época ensinava-se desde pequenos sobre o mundo, sobre as estações do ano, sobre a lua e suas fases e o que isso impacta no ambiente, porque o homem dependia de sobreviver na natureza, e você acha que o pai não iria ensinar ao filho, tudo o que sabe e que soube de seus antepassados, sobre a natureza, este ambiente em que seu filho vai viver e se relacionar?

Como vivemos em um mundo racional, e que hoje em dia a ciência tem um papel muito importante em nossas vidas, queremos provas, e não dá para provar que este conhecimento passado de geração em geração, graças à fala, existiu. Por isso se fala, a partir de 15.000 AC, graças aos ossos encontrados na Mesopotâmia. Mas isso não quer dizer que não existia um conhecimento sobre Astrologia antes disto, ou que não houvesse outro material desenhado, só que não encontrado. Claro que aqui, mescla-se, Astrologia com Astronomia, afinal foi muito tempo assim, somente depois do Renascimento (movimento cultural da Europa Ocidental nos séculos XV e XVI) que separou-se a Astronomia (observações e cálculos matemáticos) da Astrologia (que desde então possui um perfil mais místico).

Independente da época, a Astrologia, é uma das mais (ou a mais) antigas ciências da humanidade.

Suméria (3.000 AC):

Não havia o "mapa astrológico" tal como conhecemos hoje em dia.

Os sumérios criaram o sistema sexagesimal, que facilitou cálculos e operações matemáticas muito complicadas com relação à astronomia, e este seu sistema numérico foi exportado para toda a antiguidade. Até os egípcios se renderam ao sistema sexagesimal para aperfeiçoar ainda mais seus conhecimentos matemáticos, seja usando-os na Astrologia, seja usando-os nas construções e demais áreas. Quando o Egito ficou unificado com a Babilônia, a troca de conhecimentos foi facilitada em todas as áreas. Durante a dominação persa também, sendo este povo muito devotado à Astrologia, o que facilitou o intercâmbio entre Egito e Mesopotâmia. Sabemos que os egípcios construíam obras arquitetônicas alinhadas às estrelas fixas, com precisão de minutos de arco, talvez querendo a simpatia do Céu para com suas propostas de poder e religião, mas não pareciam ter nenhuma teoria planetária envolvida nesta função, nem técnicas matemáticas apropriadas.

Definição do Sistema Sexagesimal conforme consta na Wikipedia:

“O sistema sexagesimal é um sistema de numeração de base 60, criado pela antiga civilização Suméria. Uma possível razão para o aparecimento deste sistema de numeração poderá residir no elevado número de divisores de 60 (1, 2, 3, 4, 5, 6, 10, 12, 15, 20, 30 e 60). Outra hipótese poderá vir de uma união de um sistema de contagem de base 5 que se baseava em contar com os dedos da mão e o sistema de contagem de base 12 que usava o método das três falanges. O sistema consistia em contar as falanges dos dedos da mão direita, utilizando o polegar, totalizando doze falanges (três falanges em quatro dedos),com os cinco dedos da mão esquerda, contam-se as dúzias, totalizando cinco dúzias ou seja 60.”

Para os sumérios, o céu noturno era uma grande abóboda de veludo negro onde as estrelas estavam fixas como enfeites de brilhantes. Notaram, entretanto, que além do Sol e da Lua, cinco estrelas apresentavam um movimento mais rápido que as outras, eram os planetas: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno.

Mais tarde, os caldeus sistematizaram a Astrologia. As estrelas foram agrupadas em constelações, para servirem como marcadores do movimento dos planetas. O Zodíaco, ou o Caminho de Anu, como era chamado, era a rota seguida no céu pelo Sol, Lua e planetas, sempre passando pelo aglomerado de estrelas, as Constelações Zodiacais.

Com a evolução da matemática, esses astrólogos / astrônomos, perceberam que se podia antever o céu. Que era possível calcular antecipadamente a posição dos astros e prever os prováveis efeitos e influências na vida dos homens, assim como, na história das nações, dando origem as primeiras previsões astrológicas.

 

Os egípcios e a Astrologia:

Os egípcios eram fora de série, em todas as áreas, influenciou e ainda influencia várias religiões e filosofias, e na Astrologia, não podia ser diferente.

Com grande conhecimento dos céus, foram provavelmente os primeiros astrólogos. A Astrologia era muito importante na vida dos egípcios, que acreditam, que se uma pessoa tivesse nascido em um dia ruim, a vida seria difícil para essa pessoa, mesmo que ela se esforçasse pelo contrário.

Os astrólogos egípcios utilizam um calendário bem parecido com o nosso hoje em dia, invenção do sábio Imhotep em 2769 AC. O ano egípcio iniciava-se em 16 de Julho, que era o dia que a estrela Sirus surgia no horizonte de Mênfis.  A partir desta data, os astrólogos dividiram o restante do ano em 12 signos.

Os gregos e a Astrologia:

Os gregos dão uma belíssima contribuição à Astrologia. Pitágoras e outros sábios trazem o conhecimento do Médio Oriente para a Grécia, e transformam a astrologia, tornando-a muito parecida com o que é hoje ao introduzir suas filosofias na Astrologia trazida ao Ocidente.

Transformaram a Astrologia que fazia previsões para os reinos, para os grupos, ao plano individual. Daí originou-se os horóscopos individuais da Astrologia. Desenvolveram também vários conceitos importantes, entre eles, o Ascendente e as Casas Astrológicas. 

A nossa pesquisa não acaba por aqui. Tem muito mais.

Saiba mais!! 

Sub Categorias:

Imagens e Gifs Astrologia

Os Grandes Astrólogos

Como Funciona a Astrologia

Videos Astrologia

Cursos de Astrologia

Horoscopo

 

 

Fontes pesquisadas:

http://www.webbusca.com.br/astrologia/historiaastrologia.htm 

http://es.wikipedia.org

Federação Americana de Astrólogos: http://www.astrologers.com/history/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Astrologia

http://garybrandastrology.com

http://astro.com

http://astrology.about.com

http://www.cafeastrology.com

http://en.wikipedia.org/wiki/Astrology

INFORMAÇÃO IMPORTANTE SOBRE O CONTEÚDO DESTA PÁGINA!

Protected by Copyscape Online Infringement Detector

- Não é permitido copiar totalmente ou parcialmente o texto desta página e inseri-lo em outra página da web. Tal evento é monitorado pela Copyscape. Você proprietário de site ou blog, faça do Ignotus uma fonte de consulta, inspiração para seus próprios textos, citando o Ignotus como fonte.

- É permitido copiar o conteúdo para o seu computador para leitura posterior.

- É permitido realizar pesquisas ou trabalhos acadêmicos/escolares, copiando parte ou totalmente o conteúdo desta página, desde que citado a fonte: "Ignotus - Rede Social Esotérica - ignotus.com.br".

- É permitida a impressão desta página.

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

Comentário de Terezinha de Paiva silva em 31 maio 2014 às 0:48

Maravilhoso o texto!!! Fico muito quando lei texto dessa natureza. Parabéns!!

© 2017   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço