Ignotus Rede Social

    

GOOGLE SITE TRANSLATOR

Registre-se em 1 minuto!

Conheça a evolução dos livros espíritas!

PUBLICIDADE

Últimas atividades

CONTATAR PROFISSIONAIS

Quer aparecer aqui? Divulgue o seu trabalho a partir de R$ 0,22 por dia! Clique aqui!

Dúvidas? Entre em contato!

Mensagens de blog

Curta Nossa Página no Facebook

Super Lua de 14 de Novembro de 2016

 
Este ano vamos ter já no próximo dia 14 de Novembro a maior Lua Cheia desde 1948 e até 2034. Isto porque o nosso satélite natural, a Lua, estará à sua distância mínima da Terra, a que se chama de perigeu, nomeadamente a 356.511 Km (versus uma distância média de 384.400 Km). Isto devido à excentricidade da órbita lunar. Este perigeu vai ocorrer exatamente às 11h24 UTC deste dia. A Lua cheia ocorre duas horas e meia depois.
Como já temos vindo a descrever, este ano tem sido pleno de fenómenos cósmicos, de alguma forma raros, e este surge agora como que a culminar todo um ano em que já ocorreram diversos eventos que de alguma forma poderão vir a condicionar o estabelecimento de uma nova ordem a diversos níveis e à escala planetária.
Neste caso teremos a olho nu uma Lua Cheia que é cerca de 12% maior e mais brilhante que a maioria das que já temos visto e iremos continuar a ver. Neste período de Outubro a Dezembro podemos mesmo considerar que pelo menos três Luas Cheias de grandes dimensões estarão presentes nos nossos céus noturnos. No próximo dia 14 iremos poder observar uma das maior Luas Cheias que alguma vez poderemos ver no decurso das nossas vidas.
Tudo seria meramente casuístico e fenomenológico se para além disso não contássemos com a sua influência astrológica nas nossas vidas. Assim também iremos sentir seguramente, pelo menos com um acréscimo de 12% relativamente ao habitual, esta mesma influência.
Como sabemos astrologicamente, A Lua é também a mãe, a família, as nossas origens. Ela tem a ver com as nossas emoções e instintos. As nossas reações emocionais, assim como os nossos gostos, estão na Lua. Gostamos daquilo que a nossa Lua gosta. Amamos de acordo com a nossa Lua, assim como sabemos receber afeto também de acordo com ela, que indica, ainda, aquilo que nos dá segurança e conforto. Ela é a representante do feminino no nosso mapa e por isso é nela que vemos como lidamos com esse aspecto.
Mas vale a pena ainda lembrar que se astronomicamente ela não tem luz própria, astrologicamente também podemos pensar que a relação entre Sol e Lua é importante para que ambos se possam expressar. Ou seja, o nosso Sol, que é a essência e também o nosso lado masculino, precisa de brilhar para que a Lua se possa expressar bem.
Ora depois de um portal 11:11, de um ano numerologicamente 9 – fogo - ou seja de expansão espiritual, este momento cósmico será seguramente muito intenso e fraturante de um certo status quo vigente a todos os níveis, desde o nível pessoal ao planetário. Veja-se por exemplo a recente eleição a todos os níveis inesperada de Donald Trump nos EUA.
Esta simples observação e coincidência de factos, deve remeter-nos para o que se passa no mais profundo do nosso intimo. Aí também se quebra com o status quo vigente. Aí também somos impelidos a mudar e a largar o que já não nos serve mais.
Está na hora de mudares. Está na hora de mudarmos todos e projetarmos para o mundo uma nova energia que possa fazer despertar mais consciências para as novas realidades sociais, políticas e económicas. 
Todos e cada um devemos contribuir  para um Mundo Melhor – A NOVA TERRA.
A tua energia conta. Os teus pensamentos contam. As tuas emoções contam.
Mas sobretudo as tuas escolhas contam ainda mais.
Fica bem...
Blo..Nave Azul

(A Mónada)

Exibições: 469

Comentar

Você precisa ser um membro de Ignotus Rede Social para adicionar comentários!

Entrar em Ignotus Rede Social

© 2017   Criado por Edson Luiz Pocahi.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço